Representação contra Márlon Reis repercute em todo o país

Representação apresentada ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz de Direito Márlon Reis pelo Presidente da Câmara dos Deputados e candidato a governador do Rio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves, repercute em jornais de todo o país.


O jornal “O Povo”, um dos maiores periódicos do Ceará destaca trechos da representação, em que Henrique Alves afirma que Reis “assacou conduta desonesta e criminosa a todos os integrantes do Poder Legislativo”, por este ter afirmado que em entrevista ao programa Fantástico que corruptos ocupam grande parte das cadeiras parlamentares do Brasil.


Em Pernambuco, repercute a obra “O Nobre Deputado”, que deu início à polêmica. No livro, Márlon Reis revela os bastidores da corrupção no Brasil, através do personagem fictício Cândido Peçanha, um deputado federal sem escrúpulos, que relata uma série de crimes eleitorais que cometeu para se eleger.


Ao Congresso em Foco, o magistrado reafirma que “a Constituição Federal assegura a todos plena liberdade de pensamento e de expressão”, e ainda, que “a atividade intelectual é insuscetível de censura”. Acompanhe abaixo recortes de algumas matérias publicadas.

 

ALAGOAS na NET 

Blog do Fernando Rodrigues (UOL):

Congresso em Foco:

Consultor Jurídico:

Diário de Pernambuco:

O POVO:

 

Mariana Castro / Ascom.
Esta matéria possui 2456 visualizações.




Comentário(s):