Márlon Reis é convidado para compor a Academia Brasileira de Direito

Movimento de juristas de 8 Estados Brasileiros fundou a Academia Brasileira de Direito (ABD) e elegeu Roberto Victor Pereira Ribeiro, Presidente da Academia Cearense de Direito, Professor, Escritor e Advogado, para a Presidência. 

A Academia Brasileira de Direito conta com alguns diferenciais. Ao longo das 40 (quarenta) Cadeiras, 27 (vinte e sete) são exclusivas de cada Estado da Federação. Foram escolhidos representantes de cada Estado para representar a unidade da Federação. O Patrono da Cadeira também é um jurista renomado nacionalmente nascido no Estado representante da Cadeira.

Para representar o Tocantins foi convidado o advogado Márlon Reis, advogado, ex-juiz e um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa.   

A Diretoria foi eleita contemplando as cinco regiões do Brasil. 

  • Presidente: Roberto Victor Pereira Ribeiro - Ceará - Nordeste
  • 1º Vice-Presidente: André Augusto Malcher Meira - Pará - Norte
  • 2º Vice-Presidente: Carmela Grune - Rio Grande do Sul - Sul
  • Secretário-Geral: Wagner Menezes - São Paulo - Sudeste
  • Secretário-Geral Adjunto: Fábio Arthur da Rocha Capilé - Mato Grosso - Centro-Oeste

Fazem parte da Academia Brasileira de Direito juristas consagrados como: Lênio Streck, Eduardo Arruda Alvim, Fredie Didier Jr., Guilherme Marinoni, Márlon Reis e Ives Gandra da Silva Martins.

 

A posse coletiva de todos os acadêmicos e da Diretoria será no Estado do Ceará no próximo dia 31 de junho.

Diário do Nordeste.
Esta matéria possui 171 visualizações.




Comentário(s):