Redator da Lei da Ficha Limpa faz palestra segunda (3) em Sorocaba

Uma das figuras de destaque da mobilização que resultou na entrada em vigor da lei que barra candidatos com antecedentes judiciais a cargos eletivos, o advogado Márlon Reis volta a Sorocaba na próxima segunda-feira, dia 3, onde comanda, no salão nobre da Faculdade de Direito (Fadi), a partir das 19h30, a palestra "A luta por Eleições Limpas". A Fadi fica na rua Doutora Ursulina Lopes Torres, 123, Jardim Vergueiro.

As inscrições para participar da atividade -- que conta com o apoio da subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 15ª Região (Amatra XV) -- podem ser feitas no endereço eletrônico administrativo@amatra15.org.br. Para participar, é necessário doar um quilo de alimento não-perecível (exceto açúcar e sal). O produto da arrecadação será doado ao Lar Escola Monteiro Lobato e ao Instituto Humberto de Campos.

Marlon Reis tem especialização em Direito Eleitoral e Partidário e atua nos Tribunais Superiores. É também membro e fundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral; fundador da Associação Brasileira dos Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais (Abramppe); coordenador de Acompanhamento da Reforma Política da Associação dos Magistrados Brasileiros, e um dos redatores da minuta da Lei da Ficha Limpa.

Venceu a edição 2009 do Prêmio Innovare "O Judiciário do Século XXI" com o projeto Justiça Eleitoral e Sociedade Civil, concedido pela Fundação Getúlio Vargas, Ministério da Justiça e Associação dos Magistrados Brasileiros. No mesmo ano foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes.

Foi, ainda, o primeiro juiz eleitoral brasileiro a determinar aos candidatos que informassem aos eleitores, antes do dia da votação, os nomes dos seus doadores, iniciativa depois expandida pelo TSE para todas as zonas eleitorais do país e que lhe valeu a conquista do Prêmio Unodoc, concedido anualmente pelo Escritório da Organização das Nações Unidas contra a Corrupção e o Crime.

Em 2014, Reis esteve em Sorocaba para lançar a terceira edição de seu livro "O Nobre Deputado". A obra tornou-se o epicentro de uma polêmica por escancarar as maracutaias das quais se valem os políticos para burlar a legislação eleitoral. A história situa-se no campo da ficção, mas para contá-la Reis entrevistou lideranças conhecidas de três Estados, cujos nomes não revelou, que lhe confessaram práticas abominadas pela sociedade.

Jornal Cruzeiro.
Esta matéria possui 646 visualizações.




Comentário(s):