Caravana em defesa da Reforma Política Democrática percorre Mato Grosso

Dez cidades do estado do Mato Grosso receberão a caravana em defesa do projeto de iniciativa popular da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, durante os dias 8 e 16 de maio. O principal objetivo é divulgar e coletar assinaturas, envolvendo a população e unificando a luta por eleições mais justas e econômicas.

As cidades de Barra do Garças (08), Tangará (09), Jaciara (10), Cuiabá (11), Várzea Grande (11), Rondonópolis (12), Cáceres (13), Juína (14), Sinop (15) e Sorriso (16) terão a oportunidade de debater com integrantes das entidades e movimentos sociais que atuam em defesa do projeto de lei. Entre eles, o juiz de Direito e membro do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, Márlon Reis, que dedica seus dias de férias às atividades da caravana. 

"Estamos vivendo tempos difíceis. As eleições se transformaram em um grande empreendimento comercial, onde os interesses da sociedade se tornaram menores. Temos que envolver todos na luta pelo aprimoramento das eleições", explica Reis, que é também autor do livro “O Nobre Deputado”, polêmica obra que revela os bastidores da corrupção no país e será apresentada em todas as cidades. 

Em sua composição, a Coalizão conta com mais de 100 entidades da sociedade civil, entre elas, estão as que mobilizaram a população para a aprovação da Lei da Ficha Limpa, conquista histórica para o país, que nas duas primeiras eleições em que foi aplicada retirou mais de 1200 candidatos da disputa eleitoral.

Entre as principais propostas estão o fim do financiamento de campanhas por empresas e a adoção do Financiamento Democrático de Campanha, eleições proporcionais em dois turnos, paridade de gênero na lista de candidatos e o fortalecimento dos mecanismos da democracia, com a participação da sociedade em importantes decisões nacionais.

O objetivo da iniciativa popular é conquistar uma Reforma Política feita no interesse dos eleitores, não dos políticos. Por isso, o ponto de partida é o barateamento das campanhas, o que pode ser conseguido com a proibição das doações por pessoas jurídicas, evitando o tráfico de influência e domínio dos mandatos por empresas interessadas em impedir a livre concorrência. Os cidadãos são chamados, pelo projeto, a assumir uma postura mais protagonista em relação às campanhas, sendo os responsáveis por estimular, com pequenas doações, a atuação dos partidos da sua preferência. 

Para informações sobre locais e horários das atividades em cada cidade de Mato Grosso que a caravana vai percorrer, acesse www.marlonreis.net. Mais informações sobre as propostas da Coalizão você encontra em www.reformapoliticademocratica.org.br.

 

Mariana Castro .
Esta matéria possui 1383 visualizações.




Comentário(s):